favicon.png

    Maestro João Carlos Martins volta a tocar piano graças a “luvas biônicas” | #BehaviorTech

    Após 21 anos sem conseguir tocar piano com as duas mãos, e diversas cirurgias devido a um acidente que sofreu em 1965 jogando futebol em Nova York, o ícone da música Maestro João Carlos Martins voltou a tocar com todos os dedos (exceto o dedo médio da mão direita) graças a luvas biônicas.


    O músico que perdeu o movimento dos dedos, acreditava que nunca mais conseguiria tocar piano e até chegou a anunciar sua despedida do instrumento em uma aparição no programa Fantástico da Rede Globo em Janeiro do ano passado tocando apenas com os polegares. Porém, para a felicidade do maestro, perto do Natal de 2019, as coisas mudaram de figura. 


    O designer industrial Ubiratã Bizarro Costa (conhecido como Bira), de 55 anos, presenteou o ídolo com um par de luvas biônicas que ele mesmo confeccionou. Especializado em design para produtos automotivos, Bira gastou cerca de R$500 para fazer o primeiro protótipo e o levou a um concerto de João Carlos, onde ficou esperando por horas até ser atendido no camarim.


    Depois de duas semanas testando as luvas biônicas, o maestro quebrou o par de tanto que tocava o piano com força, e convidou Bira para ir a seu apartamento. Neste encontro, o designer afirmou ter feito as luvas observando vídeos e fotos de mãos de pianistas projetadas em 3D, e criou um novo par para João Carlos.

    Deste então, já foram confeccionados 5 protótipos, e o famoso maestro não tira mais as luvas (nem para dormir). 


    No dia 25 de Janeiro de 2020, as luvas irão estrear para o público, em três concertos de retorno. O primeiro acontece no Theatro Municipal, às 10h, com a Orquestra Bachiana Filarmônica do Sesi-SP. O segundo na Avenida Paulista em frente à Fiesp, às 14h, e a apresentação final virá às 16h, nas escadarias do teatro, juntamente à Orquestra Sinfônica Municipal. 


    Dica da Gabriela Mathias, líder de engajamento do opiner no PiniOn.


    FONTE