favicon.png

MIT desenvolve sensor que diagnostica a sepse em minutos | #Data4Good

A sepse, mais conhecida como infecção generalizada, é uma das principais causas de morte nos hospitais dos Brasil, com cerca de 240 mil óbitos por ano. A melhor maneira de enfrentar a sepse é reconhecê-la e tratá-la rapidamente. 


Pensando nisso, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) desenvolveu um sensor que identifica a sepse em poucos minutos, e possibilita que o diagnóstico seja feito de forma muito mais rápida, fácil e extremamente acessível.


Foi descoberto nos últimos anos biomarcadores de proteínas no sangue que são indicadores precoces da sepse. Um deles é a interleucina-6 (IL-6), uma proteína produzida em resposta à inflamação. Em pacientes com sepse, os níveis de IL-6 podem aumentar horas antes de outros sintomas começarem a aparecer. Mas, mesmo em níveis elevados, a concentração dessa proteína no sangue é muito baixa para que dispositivos tradicionais de análise e diagnóstico, possam detectá-la rapidamente.


Com o sensor desenvolvido pelo MIT, será possível detectar automaticamente concentrações mais altas de IL-6, usando uma pequena quantidade de sangue. Os resultados ficam prontos em apenas 25 minutos.


O sistema pode ser ajustado para detectar uma variedade de biomarcadores, podendo se estender a outros diagnósticos de outras doenças.